Skip to main content

Reforço Escolar

Coordenadora Pedagógica: Monique Thompson

Instrutor de reforço escolar: Matheus Duarte e Etiane Mesquita

O Reforço escolar está empenhado a minorizar o déficit de aprendizagem das crianças do SESM.

A Baixada Fluminense tem os piores índices de aprendizagem do estado do RJ.

O município de Belford Roxo, em 2017, obteve a nota de 189 na Prova Brasil, do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb). Em uma escale de nível de 1 a 9, esta nota é Nível 3 (De 175 a 199), sendo o Nível 9 de 325 a 350.

A realidade de Belford Roxo é quase regra na região de onde faz parte. Das 12 cidades da Baixada Fluminense, 11 estão entre as 15 piores do estado no 5º ano, de acordo com a nota da Prova Brasil de 2017. Só Paracambi, com a 25ª melhor nota do estado, está fora da lista das piores.

O Saeb é uma das variáveis do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). O outro aspecto a ser considerado na nota é a porcentagem de alunos aprovados, reprovados e dos que abandonaram a escola. No Ideb, o pior colégio de Belford Roxo é o Ciep Grande Othelo, com nota 3.2. A unidade fica na favela Gogó da Ema.

A penúltima pior escola no Ideb da cidade é o Ciep Gustavo Capanema, no bairro Nova Aurora, com nota 3.5. Lá, uma coordenadora pedagógica afirmou que a escola está trabalhando para melhorar o ensino, mas pontuou que “falta apoio de parte das famílias” e que alguns alunos têm “lentidão para aprender” os conteúdos.

Além da Educação, se faz necessário políticas intersetoriais que garantam a permanência do jovem na escola. Juntar Assistência Social, Saúde, Educação, Fazenda e pensar em programas que mantenham o jovem na escola, como um programa de bolsa, de ampliação do tempo na unidade ou reforço escolar.

A Rua do Meio

Temos muitas crianças, um pouco mais de 200, na Rua do Meio, no Centro de Belford Roxo. Infelizmente, muitas crianças com idade entre 7 e 10 anos não sabem ler e escrever. Algumas chegam à adolescência e saem da escola sem terminar o ensino fundamental. Elas são facilmente cooptadas pelo tráfico ou vão exercer trabalhos braçais sem perspectivas de crescimento profissional.

Segundo o IDEB, do Programa todos Pela Educação, no município de Belford Roxo tem 70% dos alunos com déficit de aprendizagem e o governo estabeleceu uma meta para um aprendizado adequado até 2022.

Em 2015, 4358 alunos do 9º ano do município fizeram a Prova Brasil e apenas 198 demonstraram aprendizado em matemática e 709 em português. Os alunos do 5º ano também fizeram a prova e dos 4540 que se submeteram, 912 demostraram aprendizagem em matemática e 1627 em português.

A nota ideal a ser alcançada pelo município de Belford Roxo é 5, veja a situação atual:

IDEB Rede Pública Belford Roxo até a 4a série
IDEB Rede Estadual Belford Roxo da 5ª a 8ª série

Diante destes dados alarmantes na educação do município, que tem nota abaixo do desejável, o SESM atua para minorizar estes impactos de déficit de aprendizagem no território com:

  • Aulas de reforço escolar a partir do 1º ano;
  • Sala de leitura para as crianças a partir de 5 anos de idade;
  • Ciranda de poesia, leitura e construção;
  • Pré vestibular para os adolescentes e jovens que desejam ingressar na faculdade e tentar um concurso público;
  • Oficinas de empreendedorismo e orientação vocacional;
  • Aulas de Alfabetização de Jovens e Adultos.